Estudante com necessidade especial representa Rondon do Pará nos jogos Paralímpicos Paraense

0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com 16 anos a estudante do sétimo ano, Joici Sousa já se prepara para representar Rondon do Pará nos jogos Paralímpicos Paranese, na modalidade do esporte de Bocha, voltada para as pessoas com deficiência (PcD). A descoberta da atleta se deu através do professor da rede municipal e estadual Carlos Barbosa, que estava em busca de um estudante para treinar e levar para a competição.
A jovem que tem Atrofia Muscular Espinhal tem treinado bastante nos últimos dias e está confiante em conquistar a vitória no campeonato. “Estou um pouco ansiosa, tenho me dedicado nos treinos para que possa conquistar a premiação e também representar a cidade em um evento importante para o estado, e também por poder disputar com participantes de outros municípios”, comentou a estudante.
Para a mãe da jovem, Francisca Maria, a participação de sua filha na competição já é uma grande Vitória. “Estou muito feliz desde quando surgiu o convite por parte do professor para ela participar, vi como um incentivo. Ela já melhorou bastante desde o primeiro treino. A expectativa é que independente do resultado ela continue treinando para participar de outras competições”, comentou a mãe.


Foi a partir da sua profissão acadêmica, que fez o professor Carlos Barbosa buscou por uma especialização voltada para os estudante PcD para saber mais como lhe dá com os alunos com as necessidades diferentes. “Tenho quatro alunos que são especiais e fico sem saber o que fazer, com isso estou fazendo uma especialização em educação física jogos paralímpicos e preciso desenvolver atividades com os atletas”, comentou o professor. Com a pandemia ficou impossibilitado de buscar os estudantes nas escolas municipais da cidade, foi a partir disso que o professor foi em busca da Associação dos Pais e Amigos Excepcionais de Rondon do Pará (Apae) e encontrou a jovem Joici, na hora da sua fisioterapia.


Os jogos acontecem entre os dias 1 e 3 de setembro, na capital paraense, se Joici for classificada ela irá disputar o Nacional e cada vez mais crescer na carreira esportiva.

FALAR SOBRE A BOCHA


A Bocha é um esporte jogado entre duas equipes, cada qual tendo direito a seis bochas (bolas) na modalidade trio, quatro bochas na modalidade de duplas – duas para cada atleta -, e quatro também na modalidade individual.
O esporte consiste em lançar bochas (bolas) e situá-las o mais perto possível de um bolim (bola pequena), previamente lançado. O adversário por sua vez, tentará situar as suas bolas mais perto ainda do bolim, ou “remover” as bolas dos seus oponentes. As canchas devem ter dimensões de 30,50 metros de comprimento, 4 metros de largura e altura uniforme de 30 cm.
Com prévia autorização da Comissão Técnica Arbitral Internacional – CTAI , da Confederação Sul-americana de Bocha – CSB e da Confederação Brasileira de Bocha e Bolão – CBBB poderão ser utilizadas canchas com dimensões de 24 m a 27 m de comprimento. A maioria de pessoas que pratica o esporte é composta de idosos, mas o quadro vem mudando nos últimos anos com a adesão de jovens ao esporte.
Por Jussara Alves

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade